Palavra da moda: união.

Palavra da moda: união.

Grupos e mais grupos pedem a tal “União” entre si e para com outros com o objetivo de cada um ter uma oportunidade de abocanhar uma fração de poder, seja esta fração ínfima ou maior. É para isso que se pede UNIÃO.

A maioria esmagadora destes grupos não quer qualquer mudança no cenário político, ao contrário querem dar manutenção a este mas tendo-os como novos atores de um mesmo filme que fora em preto e branco, agora num remake colorido e com efeitos especiais.

Observem que quanto mais UNIÃO pedem o óbvio se faz presente: se pedem União é porque não há união e não há união justamente porque não é possível unir coisas que são absolutamente distintas: como unir o óleo à água sem nenhum processo que que os transforme?

O raciocínio é o mesmo quando tratamos da tal União entre grupos de pessoas. E para estes essa transformação se dá através de Nosso Senhor Jesus Cristo. E aqui, percebam o processo se dá de forma inversa, explico:

UNIDOS já somos por Cristo e em Cristo, e para Ele nossos pensamentos e ações devem estar voltados. Quando aqui pede-se União entendamos que estes se afastaram de Cristo e somente através Dele, por Sua vida e palavras é que as condições para união (“re-uniao”) poderão ser alcançadas.

Estejam atentos as movimentações dos líderes dos diversos grupos, observem as suas ações do passado e do presente para que possam entender o que estes querem para o futuro.

É impossível que alguém possa mudar de agente que cometeu mal feitos e hoje possa buscar o bem feito? Não. Podem sim mudar quando buscam à Cristo e de joelhos caem pedindo perdão verdadeiramente de coração: um ateu pode buscar o perdão de Cristo e se converter? Sim, logicamente que sim.

Repito, a única forma de nós humanos podermos saber se alguém mudou é observando seu passado e suas ações no presente; quanto ao perdão de Cristo não nos cabe sequer fazer avaliação pois aquele que usa os de boa fé com a máscara do bem feitor mas tem intenções nada nobres é com Cristo que no final este terá que prestar contas.

Conclusão: a UNIÃO já existe por Cristo e em Cristo, logo, volte seus pensamentos e ações para Ele que já estaremos numa eterna UNIÃO.

Qualquer coisa diferente disso não terá o apoio de Conservadores.

Um comentário em “Palavra da moda: união.

  • 4 de setembro de 2017 em 17:46
    Permalink

    Sempre certeiro! Podemos claramente ver exemplos de tal coisa, que já aconteceram no cenário nacional e estadual.. e que voltam a acontecer ciclicamente, como se fosse uma novidade…

    Resposta

Deixe uma resposta